fbpx

Escolher um modelo de escada para sua casa não é apenas uma questão de estilo. Existem outras características que devem ser levadas em conta, vem ver:

As escadas são elementos essenciais para unir ambientes em locais com 2 ou mais pavimentos. Se não fosse isso seria necessário ter um elevador, um equipamento mais caro e que necessita de manutenções periódicas, o que pode inviabilizar financeiramente o projeto.

É importante pensar a escada no início do projeto para que ela esteja integrada ao ambiente. Além disso, se você deixar para pensar na escada depois, será necessário reforçar a estrutura do local, e isso gerará mais gastos e problemas com a obra.

Geralmente localizada em ambientes sociais, além da função óbvia de ligar pavimentos, a escada também possui função estética e pode ser usada como elemento de decoração para compor o estilo do ambiente. Ao pensar a escada, todos os elementos que a compõem precisam ser planejados para oferecer conforto e segurança para o seu usuário, além da estética que pode ser diversificada. Um arquiteto é essencial para ajudá-lo a pensar nesse elemento, que ao depender do espaço, torna-se bem complexo.

Partes da escada

Independente do modelo, as escadas são compostas por várias partes, cada qual com sua função. Os componentes da escada são responsáveis por oferecer segurança e conforto para o usuário. Alguns componentes podem ser suprimidos, a depender do perfil do usuário. Um arquiteto é o profissional ideal para lhe ajudar com esse projeto. Vejamos abaixo as principais partes que formam a escada.

Lances da escada

É o conjunto de degraus que ficam entre os patamares. Uma escada pode ser composta por um ou mais lances.

Patamar

É um degrau com maior dimensão, utilizado como área ou plataforma de descanso para novas subidas. Ele serve para suavizar a subida ou para mudar a direção do lance, em uma escada em formato do L, por exemplo. Existem várias formas de realizar o patamar, inclusive admitindo-se mais de um degrau, porém devem ser seguidos normativos técnicos para que este elemento não se torne inseguro.

Piso

É a parte horizontal do degrau, ou seja, onde pisamos. Geralmente o tamanho do piso vai de 27cm a 30cm.

Espelho

É a parte vertical, onde batemos a ponta do pé ao subir na escada. Sua função é ajudar a atingir as diferenças de altura entre os ambientes.

Sua altura é definida pela fórmula de Blondel para que se obtenha uma altura vertical confortável e segura ao usuário. Ela fornece a proporção técnica adequada que a escada precisa, relacionando seu piso, espelho e altura a vencer.

Para que a escada seja confortável e adequada a soma de duas vezes o espelho mais o piso deve ficar entre 63 a 64 cm.

Corrimão

É a parte onde podemos segurar para ter apoio na escada. É um elemento para apoio das mãos, que proporciona maior estabilidade e auxilia no equilíbrio do usuário. Em média a altura deve ser de 90 cm. O corrimão é um elemento de segurança, muito importante para seus usuários.

Guarda Corpo

Outro elemento de segurança para a escada, principalmente quando seus usuários são constituídos também por crianças, animais, idosos. A função do guarda corpo é impedir que escadas sem paredes na lateral se tornem inseguras. Ele impede que a pessoa caia da lateral da escada.

Não confunda guarda corpo com o corrimão, pois ele é um anteparo de segurança, não um elemento de apoio para o equilíbrio e estabilidade do usuário. Em geral,a altura do guarda corpo varia de 1 a 1,10 m, sendo um pouco mais alto que o corrimão.

Modelo de escada

Esses são os modelos de escadas mais comuns que você pode fazer na sua casa:

Escada reta

É o modelo de escada mais comum que conhecemos. Ela é recomendada para ambientes retangulares com parede comprida na horizontal, pois como o próprio nome diz, ela é reta do primeiro ao segundo pavimento. Ela pode ou não ter patamar, dependendo do número de degraus necessários que ela demandará.

Na parte de baixo da escada você pode utilizar de várias formas: móveis, armários, jardins e até lavabos.

Para execução dessa escada é necessário avaliar o comprimento em relação a altura a vencer, pois essa solução demanda um bom espaço em comprimento para torná-la possível.

Escada reta

Escada em L

Esse modelo visto na planta baixa tem formato de L. Ela geralmente é posicionada nos cantos do ambiente. Seus lances fazem um ângulo de 90 graus graus entre si. Devido a essa característica ela ocupa comprimento menor nas suas laterais. A parte de baixo da escada também pode ser utilizada.

modelo de escada
Escada em L

Escada em U

Visto em planta baixa, o formato parece um U. Pode ser colocada tanto nos cantos como no meio do ambiente. A utilização dessa forma deve ser avaliada em relação ao espaço e ambientes existentes.

Escada em U

Escada em caracol

Possui 1 eixo e todos degraus saem desse eixo. Esse modelo de escada ocupa pouco espaço, mas é difícil para subir essa escada com móveis e objetos grandes. Ele não é recomendado para pessoas com mobilidade reduzida ou crianças.

Escada em caracol

Escada circular

A escada faz uma curva suave. É elegante, orgânica e charmosa, mas é o modelo de escada que mais ocupa espaço. Sua estrutura também é mais complexa, o que faz ser uma escada mais cara para execução. Também deve ser avaliada quando há usuários sendo idosos e crianças.

modelo de escada
Escada circular

Materiais

Concreto

É possível fazer no formato que quiser e é o modelo mais em conta. Também existem escadas pré-moldadas que agilizam a construção. Depois de pronta pode ser revestida da forma que você quiser.

Madeira

A escada de madeira se adapta muito bem em decorações rústicas, mas também pode ser usada em outras situações. Sua aparência torna o ambiente mais aconchegante, assim como o contato com a superfície. Deve haver um tratamento contra pragas, principalmente cupins, e deve receber um tratamento impermeabilizante também.

Metal

Escadas de metal dão um ar mais moderno para o ambiente. Sua estrutura é mais enxuta que outros modelos, possibilitando um estilo de decoração mais leve e minimalista.

Pronto, esperamos que esse post te ajude na escolha da sua escada! Você também pode ver nesse post como os degraus da escada influenciam no ambiente.

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades da nossa Loja e Blog.

    Categorias: Interiores

    André F.G.

    Designer, formado pela UFSC.

    0 comentário

    Deixe um comentário

    Avatar placeholder

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Open chat
    Precisa de ajuda?